terça-feira, 6 de abril de 2010

Toda a minha vida sonhei que iria ter uma vida facilitada, que não me iria custar tanto a ultrapassar estes problemas, que nada iria ser desta maneira.


A minha vida e tal e qual um rio contudo, este tem várias larguras e neste momento está muito pequeno, o que faz com que me custe muito a passar batalhas, a conhecer o mundo, a querer sempre mais e mais.


Olho para o pôr-do-sol e sinto-me relaxada, sinto-me pensativa, sinto-me segura, há algo aqui que me fascina que me tenta chamar e captar a minha atenção.


Não consigo sair daqui, não tenho força para me levantar, esta força está toda acumulada no meu pensamento, mas porque me sinto presa aqui?


As minhas memórias flutuam pela minha cabeça, formando até um filme que podia contar a minha vida em apenas trinta segundos, contudo nada do que aqui está é o essencial.


Há apenas um essencial TU, TU que me iluminas, que me ajudas, que me dás a conhecer como devo ultrapassar os meus problemas, fazes-me sentir segura, vejo em ti acima de tudo um amigo com quem posso contar sempre que preciso.


Contudo, por vezes, pergunto-me a mim mesma se te terei sempre ao meu lado, tu dizes que sim e eu confio em ti, mas no meu coração irá sempre haver medo de um dia te perder, jamais quererei tal coisa.


A vida resume-se no essencial o meu essencial és TU.

2 comentários:

  1. Tas de parabens!!! ta muito lindo! nao á palavras para o descrever. Adorei mesmo.

    ResponderEliminar